Leite adulterado: vale tudo pelo lucro

Charge que o Kayser fez em 2007 e que, infelizmente, continua atual...

Charge que o Kayser fez em 2007 e que, infelizmente, continua atual…

A revelação por parte do Ministério Público do Rio Grande do Sul de que empresas adicionavam formol ao leite que vendiam causou indignação, por razões óbvias: quem beberia, em sã consciência, algo que contém uma substância cancerígena?

Mas não pensem que trata-se de caso isolado: a própria charge lembra que em 2007 houve escândalo semelhante. E sabe-se lá quantos outros produtos estão também adulterados por substâncias e que acabamos comprando (e ingerindo) sem saber.

Isso nada mais é do que resultado da lógica capitalista, segundo a qual o alimento não existe para nutrir as pessoas, mas sim para ser vendido. Traduzindo: tem de dar lucro. Obviamente não podemos generalizar: há muitas pessoas que não colocam o dinheiro acima de tudo, e optam pela honestidade mesmo que com isso seu negócio dê prejuízo. Porém, em outros casos a ganância fala mais alto, e aí vale tudo para lucrar. (Entendeu por que existe corrupção?)

O pior de tudo é que quem se ferra com isso somos nós, que bebemos leite com formol e achocolatado com detergente, comemos alimento velho com prazo de validade adulterado para parecer novo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>